student spotlight

it's your time to shine

12th Silk Painting Project!

11th Grade Textos Argumentativos

Causas e consequências da cultura do cancelamento na internet

Hoje em dia, a cultura do cancelamento está em alta. Basta uma celebridade fazer algo politicamente incorreto ou controverso que milhares, senão milhões, de bons samaritanos virtuais farão de tudo para “cancelá-la”, uma forma mais vogue de dizer boicotá-la. Não é evidente quando a cultura do cancelamento começou, mas todos usuários de mídias sociais reconhecem seu poder. Além disso, poucas celebridades têm coragem de desafiá-la. A cultura do cancelamento, causada pelo poder de mobilização gerado pela internet e a constante busca de humanos por uma elevação sociométrica, traz como consequências o comportamento vigilante e o fim do diálogo.

A internet mudou o mundo em vários aspectos, mas principalmente nas dinâmicas sociais. Ela passou a permitir que todos tivessem uma voz e a capacidade de se comunicar com indivíduos a milhares de quilômetros de distância instantaneamente. Similarmente, a cultura do cancelamento dá poder aos fãs nas mídias sociais. Afinal, cada fã pode ter certeza de que, se ele/a descobrir e trouxer à tona alguma atitude inapropriada de uma celebridade e essa crítica for, de fato, relevante, muitos outros fãs irão apoiá-lo/a e também cancelar esse artista. Isso tudo são resultantes do poder de mobilização gerado pela internet. Não é mais necessário que pessoas se encontrem ou mandem cartas com semanas de antecedência para organizar uma manifestação popular. Basta uma pessoa tweetar uma mensagem que milhões terão acesso a ela e poderão agir de acordo. Além disso, entender a natureza humana é muito importante para descobrir as causas da alta da cultura do cancelamento. Há estudos que revelam que o status sociométrico (respeito e admiração de companheiros e desconhecidos) contribui mais para a felicidade e para o sentimento de bem estar do que status socioecônomico (riqueza). A cultura do cancelamento responde a essa necessidade humana, pois facilita a elevação do status sociométrico, já que canceladores são venerados por outros canceladores.

A cultura do cancelamento, de qualquer forma, traz consequências terríveis para a sociedade humana. Primeiramente, ele incentiva o comportamento vigilante. Em busca da popularidade e sentimento de importância, muitas pessoas vasculham o feed de celebridades de anos atrás para encontrar uma postagem digna de cancelamento. Ano passado, por exemplo, Kevin Hart foi cancelado por tweets supostamente homofóbicos de 2009. Ao invés de focarem no futuro, em atividades mais produtivas ou até mesmo em atividades mais prazerozas, devido à cultura do cancelamnto alguns “fãs” passam horas e horas lendo mensagens de anos atrás. Ademais, esse fenômeno social também resulta no fim do diálogo. A cultura do cancelamento não permite que as celebridades cometam erros nem que elas aprendam com esse erros. Dessa forma, o diálogo produtivo, aquele que busca ensinar porque a atitude que provocou o cancelamento está errada, se torna infactível. Ao invés de buscarem o desenvolvimento pessoal as celebridades passam a ser forçadas a buscar o inexequível perfeccionismo.

 

A cultura do cancelamento não é vantajosa para a sociedade e, assim, deve ser cancelada apesar de sua popularidade. Ela salienta as consequências negativas da internet e as deficiências da geração que cresceu no mundo virtual. Tendo como causas o poder de mobilização criado pela internet e o desejo incensável por uma elevação sociométrica, a cultura do cancelamento resulta no comportamento vigilante e no fim do diálogo.

12th Grade WWII Inquiry Project

  • Instagram - Black Circle

©2020 by The Daily Hawk. Proudly created with Wix.com